Vale do Ribeira recebe ‘operação varredura’ de vacinação contra a febre amarela

Medida foi adotada após mortes ‘suspeitas’ serem registradas em algumas cidades da região.

A morte de vários macacos e de dois homens com suspeita de febre amarela em Eldorado mobilizou as equipes de saúde do Vale do Ribeira, região localizada no interior de São Paulo. Representantes da Secretaria de Saúde do Estado e de 15 municípios se reuniram, na manhã desta terça-feira (15), em Registro, para discutir ações de prevenção, já que a cobertura vacinal atingiu apenas 66% da população. A Secretaria de Estado da Saúde diz que está fazendo uma ‘operação varredura’ para imunizar a maior quantidade de pessoas possíveis no Vale do Ribeira.

Segundo a Vigilância Sanitária de Eldorado, mais de 20 macacos foram encontrados mortos recentemente na Cidade. A Vigilância Sanitária de Iporanga, cidade vizinha, também emitiu um comunicado, nas redes sociais, dizendo que foram registradas mortes de macacos nos bairros Nhungara e Jurumirim.

Além disso, dois homens morreram em Eldorado. Eles moravam no Quilombo Sapatu, na zona rural. A dupla teve os mesmos sintomas e, após serem atendidos na rede municipal de saúde, foram internados no Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua (HRLB), de Pariquera–Açu. A avaliação clínica aponta que os dois tiveram febre amarela, porém, somente um exame avaliado pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, poderá revelar se eles tiveram mesmo a doença.

Outras seis pessoas foram encaminhadas para o mesmo Hospital, segundo a Vigilância Sanitária de Eldorado, por estarem com suspeita da doença. Também há casos suspeitos em Iporanga e Registro.

Uma reunião em Registro, na manhã desta terça-feira, reuniu a diretora de imunização da Secretaria de Saúde do Estado, Helena Sato, e representantes da Vigilância Epidemiológica de 15 municípios, sendo eles: Barra do Turvo, Cajati, Cananeia, Eldorado, Iguapé, Ilha Comprida, Iporanga, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariquera-Açú, Pedro de Toledo, Registro, Sete Barras.

“A gente já vem vacinando o Vale do Ribeira desde fevereiro do ano passado e as ações foram incrementadas o ano todo. A cobertura está em 66%. Estamos discutindo em conjunto, priorizando a zona rural, principalmente, nos municípios de Eldorado e Iporanga, onde moram os quilombolas”, explicou Zato.

Ações de vacinação casa a casa estão sendo programadas em conjunto com as Prefeituras, especialmente nessas comunidades quilombolas, para alcançar pessoas ainda não imunizadas. No decorrer desta semana, irá ocorrer também a captura de mosquitos (pesquisa entomológica) por técnicos da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), para análise da presença do vírus nos vetores.

“É uma Operação Varredura. Estamos nos voltando para a área de risco, fazendo a vacinação de casa a casa. Sabemos que temos gente que não foi vacinada. Trabalhamos com prevenção. Às vezes, as pessoas acham que a doença não vai chegar”, explica Sato.

O Vale do Ribeira tem diversos pontos turísticos com vegetação densa, como a chamada “Caverna do Diabo” e o PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira), visitados especialmente durante o verão. A vacina deve ser tomada dez dias antes da viagem ou deslocamento a áreas de mata para que haja uma proteção efetiva.

“Aos que tomarem a vacina em período inferior a dez dias a viagens com esse perfil, recomendamos que evitem adentrar áreas verdes e usem repelentes e roupas compridas e de cor clara para reforçar a prevenção”, afirma a diretora.

As doses da vacina estão disponíveis nos postos de vacinação. A vacina é indicada para pessoas a partir dos nove meses de idade. Os pacientes portadores de HIV positivo e transplantados devem consultar o médico sobre a necessidade da vacina. Não há indicação de imunização para gestantes, mulheres amamentando crianças com até seis meses de idade e imunodeprimidos como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (como por exemplo Lúpus e Artrite Reumatoide).

Fonte: https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/mais-saude/noticia/2019/01/15/vale-do-ribeira-recebe-operacao-varredura-de-vacinacao-contra-a-febre-amarela.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *