Medicina ABC recruta pacientes para pesquisa sobre doença de Crohn

O Centro de Pesquisa Clínica da Faculdade de Medicina do ABC, em Santo André, está com vagas abertas em novos estudos sobre doença de Crohn, inflamação intestinal crônica relativamente frequente, de difícil diagnóstico e que necessita de supervisão médica constante. Interessados em participar dos estudos clínicos devem ter o diagnóstico confirmado da doença e preencher questionário disponível no link https://bit.ly/2sXKkSR. As inscrições ficam abertas até o final de abril de 2019.

Para participar, os pacientes devem se enquadrar nos perfis da pesquisa, com critérios de inclusão e exclusão. O Centro de Pesquisa Clínica da FMABC não realiza o diagnóstico das doenças – ou seja, é necessário que o paciente já tenha a confirmação da patologia por meio de avaliações médicas anteriores e exames.

Mais informações sobre as inscrições podem ser obtidas no telefone (11) 4317-0405 ou pelo WhatsApp (11) 94129-1254.

Doença de Crohn

A doença de Crohn decorre de alterações no sistema imunológico do intestino, cuja consequência é a inflamação. As origens são desconhecidas, mas pesquisas apontam que fatores hereditários potencializam o desenvolvimento. Problemas emocionais e estresse podem piorar o quadro. Os sintomas geralmente estão associados ao emagrecimento e à dor abdominal. Também são considerados sinais de alerta a diarreia frequente, sensibilidade abdominal, febre, náusea, vômitos intermitentes e anemia. De maneira geral, o tratamento pode ser clínico, à base de medicamentos, ou cirúrgico, dependendo da gravidade e das condições do doente.

Mais frequente entre adultos jovens de 15 a 25 anos, a doença pode ocorrer em qualquer setor do aparelho digestivo, com maior frequência na região do íleo e, em alguns casos, acompanhada de obstrução intestinal. Homens e mulheres são igualmente afetados e a prevalência estimada de cerca de um caso a cada 10 mil pessoas, em países ocidentais. De acordo com a biomédica coordenadora de Pesquisa Clínica da Faculdade de Medicina do ABC, Josiane Duarte, existe uma tendência mundial para o aumento da incidência. “Nos Estados Unidos, por exemplo, cerca de 1,4 milhão de pacientes são afetados por doenças intestinais inflamatórias. Na Europa, há pelo menos 2,2 milhões de indivíduos que sofrem deste tipo de patologia”.

Fonte: https://www.reporterdiario.com.br/noticia/2627833/medicina-abc-recruta-pacientes-para-pesquisa-sobre-doenca-de-crohn/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *