Hoje me considero uma pessoa renovada.

Iniciei os Sintomas da Artrite em 2002

Meu nome: Nadia Nogueira Mamede, atualmente com 50 anos, iniciei os sintomas da artrite reumatoide em 15/11/2002, totalmente leiga nesse assunto de reumatismo, iniciei um processo de várias infecções, principalmente respiratórias como: rinite, sinusite, anemia, e até que chegou em meu joelho onde começaram a inchar, ficar quente e doer muito, passei por vários médicos e por falta de sorte não tive o diagnóstico correto logo no início, com isso, o meu quadro se tornou crônico. Em janeiro de 2003, fui encaminhada por um médico do Hospital de Bonsucesso para internação no Hospital Andaraí para diagnóstico,15 dias, com uma febre leve ao anoitecer, anemia e em um dos exames um pequeno derrame pericárdio. Pedi para ser liberada, pois não suportava mais ficar internada sem diagnóstico. Consultei com uma médica pneumologista que, na ocasião, me encaminhou para o Hospital de Curicica para seguir o tratamento, meu dinheiro havia acabado com tantos exames e médicos. Essa médica me orientou um possível quadro reumatológico, mas seria necessário internar novamente, pois estava com anemia profunda, perda de peso e sinusite crônica, precisava de antibióticos. Em abril de 2003 mais 15 dias, sendo que neste caso, fui encaminhada ao Hospital Pedro Ernesto sob pedidos de médicos conhecidos, passei pelo Dr.Evandro Kumb com primeiro diagnóstico de Lúpus , pois também tinha muitas alergias na pele, com decorrer dos exames o Lúpus não foi confirmado e passei para o setor de Artrite reumatoide, e então, recomecei o tratamento apesar de serem parecidos. em junho de2003 diagnostica como AR fui atendida com Dra.Gabriela, Dra Elisa por alguns anos. Com os medicamentos tradicionais por anos nada sem muito melhora. Comecei minha via crucis com os biológicos, participei da pesquisa do Abatacept (Orencia), depois Infliximab(Remicade) por 1 ano fiquei bem, depois regredi, Arava desinchei um pouco, Rituximab(Mabthera), já em 2007 fui encaminhada ao Into, onde fiz a primeira cirurgia de prótese de quadril lado direito em 2009, em 2012 o lado esquerdo.Em 2009 estava muito decepcionada, pois percebia que os medicamentos tradicionais (mtx, corticoide, etc) não faziam com que tivesse qualidade de vida não via uma luz no fim do túnel.Na ocasião pedi ao setor médico que me encaminhasse para o biológico Humira muito falado na época, senti uma necessidade de mudar, me foi negado com a resposta de já tinha tentado outros similares e não tinham certeza de que iria melhorar. Com isso resolvi trocar de médico, uma posição difícil, pois não tinha certeza do que iria acontecer, com isto, e, informações de outras pessoas me dirigi a Sta Casa e iniciei o tratamento com o Adalimumabe (Humira) em dez/2010 e foi maravilhoso, na mesma semana, tive uma melhora surpreendente, e assim, fiquei bem por 4 anos comparado a tudo que já tinha vivido.Em fev/2015, começaram através de exames de sangue e clínicos a ser notado que o medicamento já não estava respondendo ou eu como deveria, apresentando quadro de intolerância ao mtx insuportável, foi solicitado a troca para oTocilizumabe (Actemra) , segundo meu médico, este seria bem apropriado sem o uso do mtx. Na primeira dose apresentei quadro alérgico, na segunda com a baixa imunidade veio a Herpes Zoster pelo vírus da catapora o tratamento foi interrompido por 2 meses e agora retornando com procedimentos adequados corticoide com dosagem aumentada e uso de anti-alérgicos. Bem este é um histórico resumido do quadro médico pela AR, sabemos de outras deficiências que adquirimos através dos medicamentos e etc.Pelo meu quadro pessoal, foram muitas barreiras, primeiro meu filho com 1 ano tendo que tirar o peito e deixar que minha mãe assumisse os cuidados com ele e comigo e minha casa.Agradeço a Deus por ter tido ela por perto, meu relacionamento não deu certo por motivos mil, sempre trabalhei desde meus 18 anos e estava na minha melhor fase que foi interrompida, entre idas e vindas do auxílio doença foram 10 anos, apenas me aposentaram em 2012 como invalidez após a segunda cirurgia do quadril. Muita transformação no meu corpo, rosto, cabelo, muita baixa estima veio com isso. muitas vezes não querer sair de casa. Apenas saia para ir ao médico, amigos muitos se afastaram senti, doeu, mas entendi…superei isto. Continuei alguns trabalhos em casa com ajuda de um irmão contador e alguns trabalhos manuais que gosto de fazer. Hoje me considero uma pessoa renovada, com a curiosidade através da Internet participei de alguns grupos, até que encontrei o ideal o RECOMECAR/RJ. Ideal por ser no RJ e por estar de acordo com os meus ideais..ajuda mútua, sem a necessidade de saber tudo, por ser real e viver a nossa realidade. Pois se tivesse esse grupo no início da

minha doença teria me ajudado e me livrado de muito sofrimento. Luto para não entrar na depressão que as vezes ronda…aprendi que agora é um dia de cada vez, no início pedi muito a Deus para que tivesse um tempo com meu filho pois ele era muito pequeno, a gravidez foi difícil, lutei  muito para ter um filho pois tinha endometriose, ele veio, não era justo que o deixasse..pedi, pedi..e Deus me concedeu hoje ele tem 14 anos e já sabe muito de mim e da vida…Espero que vocês lutem também cada um por um ideal..Tenho fé, tenho paciência, tenho vontade de ajudar meu próximo..quero descobrir a cada dia Como!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *