Procuro ser feliz todos os dias.

Lutando contra a Artrite Reumatoide

Meu nome é Maria Bahiana, tenho 55 anos e sou portadora de Artrite Reumatoide. Foi difícil, difícil diagnosticar, difícil entender e aceitar. Tenho sequelas no pé, às vezes de bengala, dores que alternam em várias regiões do corpo. Sempre fui ativa e de repente tive que desacelerar, mas aprendi a me poupar, com meus limites fazer aquilo que posso e quando posso. Mudei de atividade, de ritmo, só não mudou a minha alegria, a vontade de sempre sorrir. Não é fácil, mas é um dia por vez aprendendo a lidar com a Artrite Reumatoide. E procurando ser feliz todos os dias. Pra mim a AR é como o mar, às vezes calmo, outras com ondas mais revoltas, às vezes com ressaca e ondas violentas, com fortes correntezas e eu aprendendo a nadar em todas as situações. Costumo dizer que nesse meu mAR, eu nunca sei como vou nadar, só sei que não posso afundar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *