Mesmo com artrite eu quero confiar em mim!

Conheci o Grupo RecomeçARRJ

Olá galera, meu nome Elisângela, tenho 30 anos e tenho artrite reumatoide. Foi comprovada por exames em 2014, mas eu já sentia as dores desde 2012. Na época trabalhava muito e não tinha tempo para ir ao médico, então quando sentia dor tomava um remédio. Mas em 2013 eu passei por um aborrecimento muito grande e me separei, mas não aceitava a separação, aí não tinha vontade de fazer nada e nem trabalhar, então à empresa me mandou embora. Aí minhas dores só pioraram, eu só fumava e tomava café, até as dores não me deixarem dormir. Tive minha primeira crise, eu não levantava da cama, era tanta dor no corpo que fui parar no upa, e lá a médica me mandou procurar um reumatologista urgente, então fui e veio a notícia: você tem artrite reumatoide. Nossa! Minha vida mudou ali no consultório, comecei a pesquisar na Internet, e só piorei porque a Internet te mostra tanta coisa, então comecei com os remédios, mesmo assim as dores não passavam, eu ficava com ódio de mim porque com essa doença eu que adorava dançar, sair com os amigos, adorava trabalhar, me arrumar, eu era sempre alegre mesmo com os problemas. Fiquei um tempo deprimida não queria sair de casa, nem ver ninguém porque a prednisona nos causa a pior coisa, o inchaço, quem me via olhava e falava nossa o que você tem, a vontade e de mandar todos irem passear, mas eu explicava, aí vem olhar de nossa isso é doença de velho, então eu preferia fica em casa, hoje se eu falasse… Nossa estou ótima! Vou está mentindo, porque não é fácil, tem dias com dores. Dias sem dores, mas Deus me dá força para enfrentar os dias, estou fazendo o tratamento tomando os remédios, indo sempre que dá no médico, e agora graças a Deus eu voltei a trabalhar. Fico inchada, os pés doem, as mãos, porque sou revisora de roupa, no final do dia só quero minha cama, minha vida com artrite não é fácil, mas aí lembro que tem tantas pessoas lutando pela vida, ai tomo força.
 
Tem dias que claro, a vontade de sumir e acabar com tudo, porque e difícil, fico chorosa, carente, minha família mora longe, mas Deus e tão maravilhoso que me deu a oportunidade de conhecer o grupo RecomeçAR. Aqui encontro carinho, força para seguir em frente, Graças a Deus tive uma pessoa dentro de casa que me deu apoio quando precisei e também tenho uma família abençoada, tudo o que quero e só poder seguir em frente, trabalhando, pagando minhas contas, voltando a sorrir de novo, ter minha autoestima de volta. Mesmo com artrite eu quero confiar em mim, nunca perco a fé que os especialistas descobrirão a cura, porque para Deus nada é impossível. Eu vou vivendo com minhas dores e pedido a Deus que me ajude. Que ajude a todos porque só quem sente dor sabe como é. Essa é minha vida… essa e minha vida com artrite reumatoide. embora. Aí minhas dores só pioraram, eu só fumava e tomava café, até as dores não me deixarem dormir. Tive minha primeira crise, eu não levantava da cama, era tanta dor no corpo que fui parar no upa, e lá a médica me mandou procurar um reumatologista urgente, então fui e veio a notícia: você tem artrite reumatoide. Nossa! Minha vida mudou ali no consultório, comecei a pesquisar na Internet, e só piorei porque a Internet te mostra tanta coisa, então comecei com os remédios, mesmo assim as dores não passavam, eu ficava com ódio de mim porque com essa doença eu que adorava dançar, sair com os amigos, adorava trabalhar, me arrumar, eu era sempre alegre mesmo com os problemas. Fiquei um tempo deprimida não queria sair de casa, nem ver ninguém porque a prednisona nos causa a pior coisa, o inchaço, quem me via olhava e falava nossa o que você tem, a vontade e de mandar todos irem passear, mas eu explicava, aí vem olhar de nossa isso é doença de velho, então eu preferia fica em casa, hoje se eu falasse… Nossa estou ótima! Vou está mentindo, porque não é fácil, tem dias com dores. Dias sem dores, mas Deus me dá força para enfrentar os dias, estou fazendo o tratamento tomando os remédios, indo sempre que dá no médico, e agora graças a Deus eu voltei a trabalhar. Fico inchada, os pés doem, as mãos, porque sou revisora de roupa, no final do dia só quero minha cama, minha vida com artrite não é fácil, mas aí lembro que tem tantas pessoas lutando pela vida, ai tomo força.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *