A gente enverga, mas não quebra.

Um Guerreiro na Luta contra a Espondilite

Meu nome é Anderson Vieira Sant Ana, convivo com Espondilite Anquilosante há 17 anos. Minha juventude foi à base de imensas dores por diversas partes do corpo. Como a Espondilite é uma doença que no meu caso ainda não aparenta sequelas, convivo com desconfiança de pessoas que não conhecem essa patologia. Tem gente que acha exagero as dores que a gente sente, ou então somos tachados de ter mania de doença. Hoje faço tratamento com remédio biológico que é um avanço para doenças como Espondilite Anquilosante, ele tenta segurar o avanço da doença, que se seguir seu fluxo, além de graves deformidades pelo corpo, principalmente na coluna, ela também pode causar sequelas em órgãos internos. Além do biológico, faço uso de anti-inflamatórios para diminuir as fortes dores, hidroginástica, fisioterapia, etc. A Espondilite por duas vezes atacou meu olho esquerdo com uma inflamação chamada Uveíte e ouvi da oftalmologista que se eu demorasse mais um dia para iniciar o tratamento, perderia a visão desse olho, tamanha a inflamação que ela causou. Ela também fez com que eu desenvolvesse Fascíte Plantar, que é uma inflamação na região dos pés que causa dores surreais. Infelizmente ainda não há remédio nem fisioterapia que eu faça que tire a dor dos meus pés. Desenvolvi também Osteoartrite nos joelhos, que causam dores e algumas limitações, principalmente para subir escadas. Minha coluna apresenta Osteopenia em níveis altíssimos para minha idade, a coluna também está começando a apresentar Anquilose (que é limitação/perda da mobilidade) e uma fadiga que parece que eu corri uma maratona, tamanho o cansaço. Tudo isso devido a Espondilite Anquilosante. Apesar de toda dificuldade que passamos, graças a Deus consigo levar minha vida. Trabalho há 14 anos na mesma empresa. Tem dias que levantar da cama, encarar um dia de trabalho morrendo de dor é muito difícil, mas a gente enverga, mas não quebra. Cai, mas levanta. Acredito que a gente não deve se entregar as dificuldades da vida, sejam elas doenças ou não. É difícil, eu sei, mas ninguém disse que nossa vida seria fácil. Deixo uma mensagem que busquei na internet e que concordo plenamente. “Alguém que lutou até ao fim nunca será um fracassado, pois a verdadeira derrota é desistir.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *