terça-feira, 26 de julho de 2016

Disfunção da articulação temporomandibular (ATM)


A ATM é responsável pelo movimento de abrir e fechar a boca; é o encaixe da mandíbula com o resto dos ossos do crânio. É uma das articulações mais complexas do corpo humano. Para localizá-la, posicione seus dedos logo em frente das orelhas, abra e feche a boca e você sentirá as articulações temporomandibulares, uma de cada lado do rosto, movimentarem-se sob seus dedos. A disfunção da ATM é uma anormalidade da articulação temporomandibular e/ou dos músculos responsáveis pela mastigação.


Diagnóstico:

O paciente deve fazer um detalhado relato sobre os antecedentes, detalhes e evolução da doença, desde o aparecimento dos sintomas; o profissional de saúde deverá realizar um minucioso exame clínico para obter um correto diagnóstico, pois, muitas vezes, as disfunções da ATM podem ser confundidas com outras condições dolorosas, como dores de origem dentária e infecções bucais.

Sintomas mais comuns da disfunção da ATM:

- dores de cabeça na região da testa, fundo de olho e nas têmporas; 
- dores de ouvido;
- zumbidos no ouvido;
- dificuldade para mastigar, principalmente alimentos duros;
- dores durante a mastigação;
- tonturas;
- vertigens;
- barulho próximo à orelha ao abrir e fechar a boca;
- desgaste dental excessivo;
- sensação de travar a mandíbula.

A ATM é uma articulação muito particular, pois é a única no corpo humano que é interligada, isto é, quando se movimenta a articulação direita, a esquerda também se move. Por sua vez, essas duas articulações têm uma íntima relação com outra: a articulação dos dentes.

Portanto, as causas mais comuns de disfunção da ATM estão relacionadas com:

- a mordida (encaixe dos dentes superiores e inferiores);
- a falta de dentes;
- próteses mal-adaptadas ou "gastas" (toda prótese deve ser avaliada anualmente para controlar o seu desgaste);
- aperto ou ranger de dentes durante o dia ou durante a noite.

Outros fatores podem levar as pessoas a desenvolverem os sintomas citados, tais como:

- acidentes de carros com algum tipo de traumatismo, tanto na face como no pescoço;
- traumas no local da articulação (boladas, quedas, etc.);
- traumas na região do queixo;
- artrites e artroses;
- estresse emocional;
- entubamento para cirurgias e endoscopias;
- cirurgias de siso.



IMPORTANTE: Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.



Fonte: Universidade Estadual de Campinas. Centro de Saúde da Comunidade.
Postar um comentário